As águas subterrâneas cumprem um papel fundamental para a segurança hídrica da região mais populosa do país, onde está a cidade de São Paulo. Poços tubulares já garantem o abastecimento complementar de milhões de pessoas e a segurança hídrica de dezenas de milhares de atividades econômicas, incluindo indústrias, comércio, serviços e agricultura. Estimam-se extrações superiores a 12 m3/s, através de 13 mil poços, gerando economias de mais de R$ 3 bilhões/ano. A complexa e histórica ocupação tem causado problemas de contaminação de solo e aquíferos, bem como de explotação intensa. Para atuar de forma mais assertiva e buscar o melhor aproveitamento dos recursos hídricos e sua proteção, o Comitê da Bacia do Alto Tietê criou no dia 10 de fevereiro de 2021 a mais nova Câmara Técnica de Águas Subterrâneas, onde a ABAS tem assento permanente. Vitoria para o setor, vitória para a sociedade.

DELIBE~1