Boletim Informativo da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas Julho/2001 - Nº 116
   

Aqüífero Guarani tem mapa virtual

Página da internet traz figura ilustrativa do mapa do Sistema Aqüífero Guarani -SAG, em escala aproximada de 1:13.600.000

O grupo de estudos e pesquisas do Aqüífero Guarani desenvolveu uma página experimental, em hospedagem gratuita, sobre o projeto para facilitar o acesso a documentos, informes do TDRs e troca de informações. A página ( w w w. a q u i f e r o - guarani.hpg.com.br) traz também um arquivo disponível para download apresentando uma figura ilustrativa com o mapa do Sistema Aqüífero Guarani - SAG, em escala aproximada de 1:13.600.000. O mapa ressalta os aspectos da gestão dos recursos hídricos, definindo áreas potenciais de captação, infiltração e surgência das águas do aqüífero em amarelo, verde e laranja, respectivamente.

"Dúvidas importantes ainda não estão esclarecidas
em nenhuma das fontes de dados compilados
e serão motivo de estudos mais aprofundados
no âmbito da implementação do Projeto"

As áreas de captação são aquelas de onde as águas são drenadas para o aqüífero, as de infiltração são aquelas em que as águas percolam pelos afloramentos do Guarani e fissuras do basalto, finalmente, as áreas de surgência são aquelas por onde as águas emergem do SAG, alimentando rios e jorrando com pressão por poços artesianos. A figura mostra também que o Aqüífero Guarani não coincide exatamente com a bacia hidrográfica do Prata. A bacia geológica do Paraná corresponde à metade, aproximadamente, da bacia hidrográfica do Prata.


Figura ilustrativa do Sistema Aqüífero Guarani

A bacia geológica e o Aqüífero Guarani, por extensões ainda não totalmente definidas, extrapolam os limites da bacia hidrográfica em pelo menos três regiões no Brasil: um extensa faixa ao norte do Porto Alegre- RS (bacia atlântica do rio Jacuí), uma próxima a Florianópolis-SC e outra na região do alto rio Araguaia (região Centro-Oeste: GO, MT e MS). Na Argentina os limites do aqüífero ainda não estão completamente estabelecidos, tampouco se as áreas de surgência estão efetivamente relacionadas ao Guarani. Nem todas as águas da bacia de drenagem do Prata são captadas pelo Guarani, daí estarem na cor branca.
Dúvidas importantes ainda não estão esclarecidas em nenhuma das fontes de dados compilados e serão motivo de estudos mais aprofundados no âmbito da implementação do Projeto. Afinal, o Guarani é uma unidade hidrogeológica específica que está contida na bacia geológica do Paraná cujo processo de formação está separado do presente por algumas centenas de milhões de anos.
O mapa está disponível na página experimental do Projeto (www.aquiferoguarani. hpg.com.br) e pode ser baixado por "download" em formato "pdf".


Copyright - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas
Todos os direitos reservados